Tammuz na Mídia

Casal gay volta da Tailandia com filhas gemeas geradas em barriga de alugue / TV GLOBO / Nov 2014
Casal gay volta da Tailândia com filhas gêmeas geradas em barriga de aluguel
Pedro e Janderson voltaram para o Brasil felizes com Luísa e Valentina. E, em fevereiro, vão à Tailândia buscar o Victor, que ainda vai nascer. consulte mais informação
A arte de fazer bebës / Live Mint / April 2011
Hoje, as novas tecnologias tiraram o sexo do ato de "fazer bebês". As instruções podem ser encontradas no YouTube.
Google Baby, o emocionante documentário de 2010 da HBO sobre a surrogacy. consulte mais informação
Gay / Parentalidade -2012 / Queerty / Dec 2012
Entrevista com Doron Mamet-Meged (fundador da Tammuz) para a Revista Queerty para falar sobre parentalidade. Segundo Doron, à medida que os gays se tornam pais, fica mais fácil para a sociedade aceitá-los. consulte mais informação
Doron Maged-Memet foi eleito como uma das 36 pessoas influenciadoras do mundo. / ueberpreneurs / Dec 2013
O empreendedor Peter Andrews escolheu Doron Mamet-Meged, fundador da família Tammuz como uma das 36 pessoas que fazem do mundo um lugar mais feliz. Doron foi escolhido junto com Oprah Winfrey e Mark Zuckerberg consulte mais informação
Gay Baby-Boomers com a Tammuz / Gay Pride Magazine / January 2015
Muitas pessoas da comunidade LGBT ao redor do mundo sonham com a possibilidade de terem filhos. A Tammuz Internacional Surrogacy está fazendo esse sonho realidade.
A Tammuz é uma das principais agências de surrogacy do mundo e já realizou o sonho da paternidade e maternidade para centenas de homens e mulheres, através de procedimentos inovadores em parcerias com renomadas clínicas de reprodução humana ao redor do mundo. consulte mais informação
A falta de opções para realizar o processo de Surrogacy / The Atlantic / May 2016
Para o casal australiano Stephen e Michael, ter filhos envolveu pessoas de cinco países diferentes. A lei australiana proíbe que alguém contrate serviços de surrogacy ou pague mulheres para ter filhos para eles, mas Stephen e Michael conheciam outros casais homossexuais que encontraram uma solução: em outros países, regras mais frouxas e maiores lacunas permitiriam contratar uma surrogate no exterior. (As ações que os pais tomaram são agora consideradas ilegais, por isso, seus nomes foram alterados para proteger suas identidades assim como de seus filhos). consulte mais informação